O que se sabe até agora sobre o tiroteio na Catedral de Campinas

São Paulo — O homem que matou quatro pessoas e se suicidou em seguida na Catedral Metropolitana de Campinas, nesta terça-feira (11), foi identificado como Euler Fernando Grandolpho, de 49 anos.

Segundo investigações preliminares da polícia de Campinas, cidade que fica a 98 km de São Paulo, o atirador não conhecia nenhuma das pessoas que estavam rezando na igreja. Ele também não tinha antecedentes criminais.

“A profissão, ao que parece, é analista de sistemas. É uma pessoa fora de qualquer suspeita em circunstâncias normais. Agora, com a identificação, nós vamos investigar a motivação”, apontou o delegado José Henrique Ventura, que acompanha as investigações

Sua identidade foi descoberta em sua carteira de habilitação, que estava em uma mochila dentro da igreja.

Facebook Twitter Google+ linkedin email More
Copyright © GUIA WEST - Sistema de Guia Comercial