Ocupantes de avião que caiu no Quênia morreram, diz governo

Nairóbi – O governo do Quênia confirmou nesta quinta-feira que não há sobreviventes no acidente que aconteceu com o avião de uma subsidiária da companhia aérea queniana Fly540 que transportava oito passageiros e dois pilotos e que desapareceu na última terça-feira quando retornava a Nairóbi, em um parque nacional do sudoeste do Quênia.

“As equipes de resgate chegaram ao local do acidente e lamento confirmar que não há sobreviventes”, disse, em entrevista coletiva, o secretário de Transportes, Paul Maringa.

Ainda não existem informações oficiais sobre os passageiros ou as nacionalidades. A aeronave de pequeno porte ia de Kitale (oeste) a Nairóbi (sul), e a imprensa local fala que nove ocupantes seriam quenianos e um seria americano.

Os corpos foram recuperados e enviados a Nairóbi para a identificação. As autoridades informaram que a caixa-preta já foi encontrada. O presidente do Quênia, Uhuru Kenyatta, lamentou o acidente em várias mensagens no Twitter.

A aeronave, um Cessna CS208, da Fly-SAX – subsidiária da companhia “de baixo custo” Fly540 – com capacidade para 12 passageiros, tinha saído de Kitale para o Aeroporto Internacional Jomo Kenyatta, quando a torre de controle perdeu o sinal às 17h20 (horário local, 11h20 em Brasília), segundo a companhia aérea.

No entanto, esta informação contrasta com a oferecida pela Autoridade de Aviação Civil do Quênia (KCAA), que assegura que o aparelho apareceu pela última vez nos radares do Aeroporto de Nairóbi às 14h02 (horário local, 8h02 em Brasília), inclusive antes de decolar de Kitale.

Segundo fontes ouvidas pelo jornal local “Daily Nation”, o avião ia aterrissar no outro aeroporto de Nairóbi, o Wilson, mas foi desviado ao Jomo Kenyatta por razões desconhecidas, o que fez com que usasse uma rota que passava por tempestades.

Fonte:Exame

Facebook Twitter Google+ linkedin email More
Copyright © GUIA WEST - Sistema de Guia Comercial