Presidente cubano diz que resposta ao acidente aéreo foi “imediata”

Havana – O presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, afirmou que a resposta das equipes de emergência e de salvamento ao “lamentável” acidente de aviãoocorrido nesta tarde em Havana foi “imediata” e adiantou que as notícias sobre sobreviventes “não são nada animadoras”.

“As ações previstas para eventos deste tipo foram feitas imediatamente. Organizamos tudo, o fogo foi contido, estão identificando os destroços e já foi criada uma comissão para investigar o que aconteceu”, disse o presidente à televisão estatal cubana no local do acidente.

Díaz-Canel defendeu que “todas as investigações” serão feitas esclarecer as causas do acidente e enviou condolências aos familiares das vítimas. A aeronave viajava com 104 passageiros e nove tripulantes, estes últimos mexicanos.

O governante foi ao local do acidente, a um quilômetro e meio do Terminal 1 do Aeroporto Internacional José Martí, acompanhado de vários ministros e autoridades do Partido Comunista de Cuba (PCC, único legal).

De acordo com o presidente, o aparelho, que fazia a rota Havana-Holguín, na parte leste da ilha, caiu em uma área de plantação e por isso não atingiu qualquer imóvel. Ele aproveitou para destacar a atitude dos moradores do lugar, que foram os primeiros a auxiliar os feridos.

Ainda não foram divulgados detalhes sobre a nacionalidade dos passageiros. Entre eles estavam cinco crianças. Até o momento, sabe-se que três mulheres foram resgatadas com vida e levadas, em estado crítico, para o Hospital Calixto García, em Havana.

O avião era um Boeing 737 da companhia aérea mexicana Global Air alugado para a companhia Cubana de Aviación. As autoridades cubanas ativaram um serviço de informação e assistência para os familiares das vítimas.

Fonte:Exame
Facebook Twitter Google+ linkedin email More
Copyright © GUIA WEST - Sistema de Guia Comercial