Ruptura de represa deixa centenas de desaparecidos no Laos

Centenas de pessoas estavam desaparecidas, temendo-se um grande número de mortos, após a ruptura de uma represa hidrelétrica em construção no sudeste do Laos – informou a agência oficial de notícias.

A represa rachou na noite de segunda-feira, liberando 5 bilhões de metros cúbicos de água e “causando vários mortos e centenas de desaparecidos”, de acordo com a agência oficial. “Várias casas foram destruídas”, acrescentou.

Dezenas de represas estão atualmente em construção no Laos, que exporta a maioria de sua energia hidroelétrica para os países vizinhos, em particular a Tailândia.

Há anos, as organizações de defesa do meio ambiente manifestaram sua preocupação com as ambições hidroelétricas do Laos, especialmente pelo impacto das represas no rio Mekong, sua flora e fauna, assim como sobre as populações rurais e as economias locais.

A represa da província de Attapeu, uma obra de mais de 1 bilhão de dólares, está em construção desde 2013.

Por trás desse projeto está a Xe Pian-Xe Namnoy Power Company (PNPC), uma joint venture formada pela companhia tailandesa Ratchaburi Electricity Generating Holding, pela sul-coreana Korea Western Power e a laosiana Lao Holding State Enterprise.

A represa, de 410 megawatts de potência, deveria começar a fornecer energia em 2019, segundo o site da PNPC. Do total, 90% da energia produzida seria exportada para a Tailândia.

Fonte:Exame

Facebook Twitter Google+ linkedin email More
Copyright © GUIA WEST - Sistema de Guia Comercial