Russa faz abaixo-assinado pedindo punição de brasileiros de vídeo machista

São Paulo – A ativista russa Alena Popova criou uma petição online no site Change.org pedindo a punição dos brasileiros que fizeram um vídeo com insultos a uma mulher estrangeira durante a Copa do Mundo. Ela ainda exige que o grupo faça um pedido público de desculpas ao povo russo.

O abaixo-assinado é endereçado à Embaixada Brasileira em Moscou e ao Ministério de Assuntos Intereriores russo. Nas imagens, um grupo de brasileiros faz uma mulher estrangeira repetir palavras chulas em referência ao órgão sexual feminino.

Segundo Alena, a legislação russa tem uma série de opções para punir pessoas que humilham a honra e dignidade alheias, cuja punição pode levar ao pagamento de uma multa administrativa de até 3 mil rublos.

versão da petição em russo já conta com 9.652 apoios até o final da tarde desta quarta (20. A versão em inglês contabilizava outros 8,7 mil.

Um dos homens que aparece no vídeo, o engenheiro Felipe Wilson,  foi demitido nesta quarta-feira (20) da Latam Airlines, onde trabalhava no Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos (SP). A Polícia Militar de Santa Catarina também abriu um processo administrativo disciplinar contra um tenente reconhecido entre os torcedores.

Ontem, a Ordem dos Advogados do Brasil de Pernambuco (OAB-PE) divulgou uma nota de repúdio ao grupo. Entre os homens que participaram da filmagem, de acordo com a nota, está o advogado Diego Valença Jatobá, que já foi secretário de turismo em Ipojuca (PE) e está regularmente inscrito na OAB-PE.

Nesta quarta (20), o ministro do Esporte, Leandro Cruz da Silva, afirmou que a atitude envergonha o país e que merece todas as reprimendas possíveis.

Facebook Twitter Google+ linkedin email More
Copyright © GUIA WEST - Sistema de Guia Comercial