Trump comete uma tremenda gafe ao se encontrar com Rainha Elizabeth II

São Paulo – Donald Trump adora quebrar tradições – e, desta vez, nem a monarca mais longeva do mundo e amante das convenções e regras escapou. A rainha Elizabeth II, do Reino Unido, está há 64 anos no trono e já se encontrou com 11 presidentes americanos em exercício. Mas ficou sem saber o que fazer quando Trump, por alguns segundos, a ultrapassou e andou na sua frente.

A gafe aconteceu durante a inspeção da guarda real britânica. A rainha fez gestos com a mão direita, tentando direcionar o caminho do presidente americano. Porém, ele simplesmente caminhou alguns passos em sua frente e parou, fazendo com que Elizabeth II, um tanto desconcertada, tivesse de dar a volta.

De acordo com o New York Times, a brevíssima ação de fato contraria a etiqueta ao encontrar a família real britânica – e usuários de diversas redes sociais não deixaram a situação desconfortável passar batida, especialmente pelo fato de a rainha ser 20 anos mais idosa do que Trump e merecer, por isso, mais reverência.

“Isso é hilário. A rainha agindo como se estivesse treinando um de seus cachorros, enquanto Trump passa dificuldades para aprender a arte de caminhar”, escreveu um usuário da rede Twitter. “Eu não sou um especialista em realeza, mas estou confiante de que passar na frente da rainha não é algo bem visto”, completa outro.

A diretora de comunicações da primeira-dama afirmou ao veículo que Melania recebeu informações sobre o protocolo real antes da visita – mas é incerto se Donald, averso a instruções, recebeu um treinamento similar. Andar alguns passos atrás da família real britânica é apenas uma das várias regras de etiqueta ao encontrar seus membros, que incluem não abraçar; esperar que a rainha indique o local adequado antes de se sentar à mesa para tomar chá; e jamais mergulhar bolachas na bebida.

Confira Imagens que mostram o momento exato da gafe:

SimonNRicketts@SimonNRicketts

This is hilarious. The Queen acting like she’s training one of her dogs as Trump struggles to master the art of walking.

UnsilentMajority 🌹@The_UnSilent_

I’m no royalty expert, but I’m confident cutting the Queen off is frowned upon 😐

Histórico polêmico

O presidente dos Estados Unidos chegou ao Reino Unido na quinta-feira, acompanhado da primeira-dama Melania Trump. A viagem já havia rendido uma boa dose de polêmica, depois de uma entrevista concedida por ele ao jornal britânico The Sun, na qual desferiu duras críticas contra a primeira-ministra britânica, Theresa May, e seus planos para o Brexit. O constrangimento foi aliviado depois, quando a dupla se apresentou à imprensa e o americano fez questão de dizer que a relação entre eles é “ótima”.

Depois do encontro com May, Trump se dirigiu ao castelo de Windsor, no sul de Londres. Eles foram recebidos no pátio interior quadrangular da residência real no condado de Berkshire, uma das favoritas da rainha, situada a 40 quilômetros da capital.

A guarda de Elizabeth II ofereceu a saudação real e tocou o hino dos EUA, após o qual ambos passaram pela revista das tropas (o momento da gafe de Trump) e presenciaram um desfile militar. Elizabeth II convidou o casal para tomar chá no castelo, uma tradição inglesa que, embora não sido divulgada com detalhes desta vez, costuma incluir bebidas e uma seleção de pequenos sanduíches e bolos.

Agora, Donald Trump já está na vizinha Escócia. Ainda que não tenha cometidos gafes semelhantes às vistas por Elizabeth II, ele não pode respirar aliviado: protestos por um antigo campo de golfe (e, como de costume, por suas opiniões extremas) acompanham sua viagem.

Fonte:Exame

Facebook Twitter Google+ linkedin email More
Copyright © GUIA WEST - Sistema de Guia Comercial